MÉTODO DE ENSINO

Método Montessori é o nome que se dá ao conjunto de teorias, práticas e materiais didáticos criado ou idealizado inicialmente por Maria Montessori. De acordo com sua criadora, o ponto mais importante do método é, não tanto seu material ou sua prática, mas a possibilidade criada pela utilização dele de se libertar a verdadeira natureza do indivíduo, para que esta possa ser observada, compreendida, e para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário.

 

Os seis pilares educacionais de Montessori são:

  1. Autoeducação

  2. Educação como ciência

  3. Educação Cósmica

  4. Ambiente Preparado

  5. Adulto Preparado

  6. Criança Equilibrada

AUTOEDUCAÇÃO – Todas as crianças aprendem algumas coisas sozinhas: andar, falar, comer, pegar, reconhecer voz e aparência, receber e fazer carinho. Em Montessori, entende-se que se a criança puder contar com o meio adequado, pode desenvolver quase tudo de forma independente e livre. Por isso, utiliza-se materiais específicos, que são feitos para serem manipulados pela criança, trabalhando um novo desafio de cada vez e dando a ela a chance de perceber seus próprios erros. Com liberdade cada vez maior de escolha, e total liberdade para repetir quantas vezes quiser cada exercício, a criança autoeduca-se constantemente e com sucesso.

EDUCAÇÃO CÓSMICA – Há muitas formas de se manter desperto o interesse da criança pelo mundo. Uma das mais belas é perceber que todas as coisas estão profundamente conectadas e dependem umas das outras para existir. Isso permite à criança desenvolver um senso de gratidão para com tudo o que há no mundo e perceber a ordem subjacente à natureza e ao universo. 

EDUCAÇÃO COMO CIÊNCIA – Montessori era psiquiatra e começou uma transformação na educação quando desenvolveu o Método da Pedagogia Científica, hoje chamado de Método Montessori. Por meio da constante observação das ações da criança, descobriu-se, histórica e diariamente, o que ajuda o seu desenvolvimento e quais são as características de uma educação que, mesmo sendo mais eficiente do que a tradicional do ponto de vista do conteúdo trabalhado, colabora constantemente para a construção do equilíbrio interior e da felicidade na vida da criança e do adolescente.

 

 

AMBIENTE PREPARADO – Nosso esforço em Montessori é oferecer ambientes de liberdade e independência, onde tudo seja organizado, oferecido e preparado para a ação infantil. É importante que o ambiente da criança fale com ela, que seja do seu tamanho, simples, minimalista e que contenha objetos interessantes e importantes para sua caminhada de vida rumo à independência do adulto.

ADULTO PREPARADO – Todos os outros princípios só funcionam quando o adulto que interage com a criança se esforça para, ele também, transformar-se interiormente. O adulto preparado é um observador que confia na criança e busca nos atos dela as indicações de suas necessidades, oferecendo os meios para que a criança as satisfaça. Esse adulto nunca ajuda mais do que o mínimo necessário, abstém-se de colaborar sempre que a criança acredita que pode agir sozinha e garante, a todo momento, que sua presença possa ser sentida caso seja necessária.

CRIANÇA EQUILIBRADA – A criança nasce com o que Montessori chamou de guia interior. Existe, na criança pequena, algo que indica qual o tipo de esforço necessário nessa fase da vida (andar, pular, correr, falar, aprender isso ou aquilo). Se esse guia puder efetivamente direcionar a ação da criança e os adultos souberem oferecer os meios adequados para o desenvolvimento, a criança alcança um estado emocional e psicológico de graça. Ela alcança o equilíbrio interior e torna-se, primeiro, muito mais concentrada, e em seguida a um só tempo mais feliz, generosa, esforçada, cheia de iniciativa e independência e consideração pelo outro. A bem da verdade, o equilíbrio natural da criança pequena é o único e verdadeiro objetivo de todo o trabalho montessoriano, é aqui que queremos chegar e é daqui que partimos para todo o trabalho educacional.

BIOGRAFIA MARIA MONTESSORI

Maria Montessori é, sem dúvida, a mais alta representante feminina da pedagogia moderna.

Nasceu em 31 de agosto de 1870, em Chiaravalle, Itália. Por motivos ideológicos (defensora da paz e liberdade) deixou a Itália em 1936 e estabeleceu-se na Holanda, onde faleceu em 1952, aos 81 anos.

O Método Montessoriano oportuniza ao educando a consciência de si mesmo, da sua própria vida, dos outros, do mundo e de Deus. Nele o educando é educador de si mesmo, tendo a possibilidade de escolher o seu trabalho, de se mover por conta própria, de se tornar responsável pelo seu progresso e crescimento. Pelo método, o educando caminha para a independência e liberdade, numa atitude autodirigida.

Siga-nos nas redes sociais.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram

Colégio Santa Fé 2020 © Todos os direitos reservados